inscriçoessportclick

Por: Sportclick News   •   28/04/2021 às 12:15:57
Categoria: CBAT



Bragança Paulista – A velocista brasiliense Vida Aurora Manuela Evaristo Caetano é a integrante mais jovem da seleção brasileira que disputará no sábado (1/5) e domingo (2/5) o Campeonato Mundial de Revezamentos da Silésia, na Polônia. Aos 20 anos completados no dia 2 de abril, ela conseguiu a vaga graças ao seu desempenho no Campeonato Brasileiro Sub-20, realizado em dezembro, em Bragança Paulista, quando correu os 100 m em 11.52 (0.8), e confirmou este ano com 11.57 (2.0) no Open de Velocidade, em abril, também no CNDA.

Atleta da Associação Tornado de Atletismo (DF), Vida Aurora é orientada pelo seu pai, Manuel Evaristo Neto, de quem recebeu a notícia de sua convocação para o Mundial. “Foi uma sensação muito boa, de dever cumprido. Eu e meu pai trabalhamos muito para que eu pudesse fazer parte dessa delegação. Em 2020, pude conhecer como era realmente ser campeã brasileira e fazer marcas boas nas provas que faço”, lembrou a velocista, medalha de ouro sub-20 dos 100 m e dos 200 m e eleita o destaque individual feminino da competição.

O grande objetivo, além de ficar entre as principais atletas do País, é evoluir sempre. “Quero participar do maior número de competições nacionais e internacionais. Sempre tive muita vontade de participar de uma seleção adulta, e agora vai ser um novo passo na minha carreira. A sensação de poder agora estar junto dos atletas que eu sempre admirei é muito gratificante, e eu reconheço o meu esforço para chegar aqui”, comentou. “Sei que agora tenho de manter um pouco mais a firmeza dos meus objetivos. E nesse Mundial não vai ser diferente. Estou focada no que tem de ser feito, e vou fazer o meu melhor para que o 4x100 m alcance a qualificação para os Jogos Olímpicos.”

Para Manuel Evaristo, a responsabilidade de Vida é grande no Mundial. “Por ser a atleta mais nova da delegação, ela está indo com muita responsabilidade e compromisso de fazer o seu melhor para que o Brasil consiga a vaga olímpica”, observou. “Essa oportunidade é muito importante para a carreira dela como atleta, pois é o primeiro contato na categoria adulta e veio num bom momento.”

Apesar de a atleta não ter sido chamada para o Camping Internacional de Treinamento nos Estados Unidos, o treinador disse que esperava a convocação para o Mundial. “Os resultados alcançados em 2020 e a sua evolução de certa forma a credenciavam. Vida Aurora tem um potencial incrível e tem muito a contribuir com o Brasil. Ela tem uma personalidade competitiva muito grande, mesmo sabendo do nível da prova, isso não a deixa menos confiante”, comentou Evaristo.

A atleta ganhou esse nome da mãe Keiliane, devido a superação no seu parto e nascimento, após problemas em duas gestações anteriores. Os seus recordes pessoais são de 11.52 (0.8) nos 100 m e de 23.62 (0.1) nos 200 m.

Outras seis atletas foram chamadas para o 4x100 m: Vitoria Rosa (Pinheiros), Ana Carolina Azevedo (CT Maranhão), Ana Claudia Lemos (SR Mampituba-SC), Rosangela Santos (Pinheiros), Lorraine Martins (Pinheiros) e Anny Caroline de Bassi (Balneário Camboriú-SC).

O Brasil disputará as preliminares no sábado e a final está marcada para domingo no Estádio da Silésia, na cidade de Chorzow. Para garantir a vaga olímpica, a equipe feminina tem de completar a final.

Participam do evento também o 4x100 m masculino, campeão mundial em Yokohama, em 2019, e o 4x400 m misto – os dois já asseguraram qualificação olímpica.

Assessoria de Comunicação: Heleni Felippe -helenifelippe@cbat.org.br - (11) 99114-1893 e (11) 99142-2951; João Pedro Nunes - joaonunes@cbat.org.br - (11) 99158-8337 e Maiara Dias Batista - maiara@cbat.org.br - (11) 99127-2369.



Deixe seu comentário



Posts Relacionados