Por: Sportclick News em Atletismo • 24/02/2023


Bragança Paulista - Os maratonistas e marchadores vão competir no coração de Budapeste, no Campeonato Mundial de Atletismo 2023, conforme revelou a World Athletics nesta terça-feira (21/2). Os maratonistas vão correr em um circuito de 10 km, que passará pelas mais belas partes de Budapeste, Patrimônio Mundial da UNESCO, e será percorrido em quatro voltas. A área de largada e chegada será na Praça dos Heróis, também para as provas de marcha atlética de 20 km e 35 km. As seis corridas de rua serão gratuitas para todos os fãs assistirem, com acesso por metrô e bonde e a telões para ajudar a acompanhar os eventos.
 
 
 
O Campeonato Mundial será realizado em Budapeste, Hungria, de 19 a 27 de agosto, com 2.000 atletas de mais de 200 países. É a principal competição do atletismo de 2023, ano ainda mais relevante por ser pré-olímpico. 
 
 
 
A maratona está marcada para o fim de semana de encerramento do Mundial, a corrida feminina no dia 26 de agosto e a masculina no dia seguinte, 27 de agosto, ambas começando às 7 horas local.  
 
 
 
Da largada, na Praça dos Heróis, uma rápida e reta seção leva os competidores ao longo da Avenida Andrássy. A única subida será a recém-renovada Chain Bridge, inaugurada em 1849. A partir dali, o percurso leva os atletas por baixo do Castelo de Buda e pelo túnel, uma das curiosidades do caminho. Os atletas retornarão de Buda para Peste, contornando o Castelo de Buda, atravessando novamente a Ponte das Correntes e depois seguirão para a Praça dos Heróis na Avenida Andrássy.
 
 
 
O percurso tem uma seção intermediária na estrada Bajcsy-Zsilinszky, atrás da Basílica, a única curva de 180 graus. Mas como é uma área com sete pistas, os corredores terão perda mínima de velocidade.
 
 
 
As finais da marcha atlética seguirão uma fórmula que tem funcionado bem nos últimos Mundiais: os 20 km masculino e feminino serão em um circuito de 1 quilômetro, enquanto os 35 km masculino e feminino serão em um circuito de 2 quilômetros. Como na maratona, a largada e a chegada serão novamente na Praça dos Heróis, enquanto o percurso será na Avenida Andrássy. 
 
 
 
A marcha de 20 km masculina está agendada para o dia 19 de agosto, com início às 8:50, a primeira prova do Campeonato Mundial de Atletismo de Budapeste. A marcha 20 km feminina será no dia 20 de agosto, às 7:15. As mulheres e os homens enfrentarão a prova de 35 km ao mesmo tempo na quinta-feira, 24 de agosto, às 7 horas.
 
 
 
A Prevent Senior NewOn é patrocinadora do atletismo brasileiro oferecendo medicina esportiva de precisão e estilo de vida para os que se ligam no esporte e apoio às competições.
 
 
 
As Loterias Caixa são a patrocinadora máster do atletismo brasileiro.

Posts relacionados

Atletismo, por Sportclick News

Liderado por Alison dos Santos, Brasil vai ao Mundial de Atletismo com boas chances

Além de Piu, Darlan Romani e Thiago Braz possuem boas chances de medalhas; Brasil pode igualar melhor campanha no Mundial de Atletismo.

Atletismo, por Sportclick News

Vitória Rosa passa às semifinais dos 200 m no Mundial do Oregon

O destaque desta terça-feira, porém, é a final dos 400 m com barreiras, onde Alison dos Santos, invicto em 2022 na prova, está entre os favoritos para o pódio e pode conquistar a primeira medalha do Brasil na competição

Atletismo, por Sportclick News

De volta ao Brasil, Alison dos Santos foca nas últimas provas da temporada

Ouro dos 400 m com barreiras do Mundial do Oregon (USA) Unidos, o brasileiro, bronze em Tóquio-2021, passa alguns dias em sua cidade São Joaquim da Barra, em São Paulo, com metas: o título da Liga Diamante e o recorde brasileiro dos 400 m rasos

Atletismo, por Sportclick News

CBAt convida atletas para Meeting Sul-Americano e GP Brasil Loterias Caixa

Vitória Rosa, uma das convidadas para competição internacional (Foto: Carol Coelho/CBAt)

Atletismo, por Sportclick News

Alison brilha e conquista o ouro nos 400 m com barreiras

Numa temporada excepcional, o brasileiro venceu a prova do Mundial do Oregon, com o excelente tempo de 46.29, novo recorde sul-americano e do campeonato e a melhor marca do ano, no Estádio Hayward Field, em Eugene; foi o segundo ouro e a 14ª medalha do Brasil na história da competição