inscriçoessportclick

Por: Sportclick News   •   26/04/2021 às 15:56:04
Categoria: Últimas Notícias



Bragança Paulista - O Torneio Cidade de Bragança Paulista - Capital Nacional do Atletismo marcou a estreia da parceria entre a Confederação Brasileira de Atletismo e a Prevent Senior Sports, de modo especial. Além das medidas de segurança, elogiadas inclusive pela Vigilância Sanitária de Bragança Paulista, o torneio contou com equipamento de alta tecnologia que trabalha com inteligência artificial para fazer o pré-diagnóstico da COVID-19, com testagem em casos suspeitos, todos negativos. Nas pistas, o balanço técnico foi positivo, com dois índices olímpicos, de Samory Uiki (Sogipa), no salto triplo, e de Matheus Correa (AABLU), na marcha atlética.
Totem de alta tecnologia na entrada do CNDA
 
Realizado no Centro Nacional de Desenvolvimento do Atletismo (CNDA), em Bragança Paulista (SP), sábado e domingo, sem público, com protocolos rígidos de segurança sanitária, distanciamento e uso de máscaras, foram testados todos os atletas, árbitros, treinadores e integrantes de comissões multidisciplinares.
 
O CNDA contou com uma barreira sanitária. Todos passaram pelos totens que medem temperatura com uma análise termográfica da face, detectam sintomas, registram o CPF do usuário, assinatura em termo de consentimento e informes sobre sintomas. "Essa análise foi correlacionada em laboratório com mais de 2.000 PCRs para COVID. Tem sensibilidade de 80% para identificar casos suspeitos. Se detectado algo, repetimos o exame em outra máquina e se continuar suspeito fazemos a testagem molecular com teste rápido", explicou o médico Alexandre Aldred, da Predikta, empresa fabricante das máquinas e também parceira da Prevent.
 
Todos os testes feitos no CNDA no fim de semana - cerca de 500 digitais e mais os moleculares, teste por nariz, deram negativo. 
 
"Quero agradecer a Prevent Senior Sports, a Predikta e aos colaboradores da CBAt pelo evento de excelência que realizamos. Atletas, treinadores, árbitros e os colaboradores que trabalharam passaram por um equipamento de alta tecnologia que utiliza a inteligência artificial para fazer o pré-diagnóstico do COVID, por imagens térmicas e algoritmos, com testes para afastar casos suspeitos e todos deram negativo", afirmou Wlamir Motta Campos, presidente do Conselho de Administração da CBAt. 
 
Também parabenizou aos atletas na competição que tinha a finalidade fechar a convocação da equipe que participará do Campeonato Sul-americano Adulto, em Buenos Aires, Argentina, de 14 a 16 de maio. Observou que além de ter alta pontuação para o ranking dos Jogos Olímpicos o título sul-americano assegura vaga para o Campeonato Mundial de Oregon-2022, nos Estados Unidos. Destacou os índices olímpicos obtidos por Samory Uiki, no salto triplo, e Matheus Correa, na marcha atlética.
 
Um dos diferenciais do Samory é que ele veio de um projeto social agora para os Jogos Olímpicos. O Social Esporte Clube da Sogipa, de Porto Alegre (RS), abriu as portas para Samory, desde que tinha 8 anos. É um talento detectado numa das competições-peneiras anuais do projeto. Aos 15 anos, começou a treinar com a técnica Martina Lindemayer. "O Samory surgiu numa competição dessas, ainda criança, quando o Arataca (José Haroldo Gomes) viu o potencial dele. Foi se destacando e incorporado à equipe, ganhou bolsa para ir aos Estados Unidos, onde, além de se destacar como atleta se destacou como líder - foi presidente de turma, orador, o representante de atletas estrangeiros...", observou Wlamir Motta Campos.
 
Assessoria de Comunicação: Heleni Felippe -helenifelippe@cbat.org.br - (11) 99114-1893 e (11) 99142-2951; João Pedro Nunes - joaonunes@cbat.org.br - (11) 99158-8337 e Maiara Dias Batista - maiara@cbat.org.br - (11) 99127-2369.


Deixe seu comentário



Posts Relacionados