Por: SPORTCLICK em Atletismo • 21/07/2022


comite-002_801-800x568.jpg
Ale Cabral/CPB


O arremessador de peso Sandro Hirochi, 18, da classe F40 (atletas de baixa estatura), fez a melhor marca da carreira e conquistou a medalha de ouro no Campeonato Brasileiro de atletismo de jovens (sub-17 e sub-20), realizado no Centro de Treinamento Paralímpico, em São Paulo. Na tarde desta quinta-feira, 21, o atleta, nascido em Macapá (AP), arremessou para 7,24 m e superou seu conterrâneo Cauã de Souza (6,80 m). Ambos representam a Federação de Paradesporto do Amapá (FPA).

A competição começou nesta manhã e se encerra na tarde desta sexta-feira, 22, com cerca de 160 participantes. As provas de pista e campo da categoria sub-17 reúnem 63 competidores, enquanto as da sub-20 contam com 95 atletas. Esta é a primeira vez que o Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) organiza um Campeonato Brasileiro da modalidade para esportistas da base.

Na estreia do evento, Sandro Hirochi, que recebeu este nome em homenagem ao ex-atacante do São Paulo, já registrou a 13ª melhor distância do ano em sua classe. "Meu pai era são-paulino fanático e já tinha decidido que seu primeiro filho receberia o nome do então jogador", explicou o amapaense, filho único e torcedor do Flamengo por influência da mãe.

O jovem de 18 anos iniciou no paradesorto em 2019 e nunca mais parou. "Meu professor de Educação Física, que hoje é meu técnico, foi o responsável por me apresentar o arremesso de peso. Não me vejo sem o esporte na minha vida. Ele representa muita coisa para mim. Tenho o objetivo de, um dia, compor a Seleção Brasileira de atletismo", disse o atleta, que já esteve no CT Paralímpico outras cinco vezes, inclusive, em disputas de Paralimpíadas Escolares.

Para continuar com marcas expressivas no alto rendimento, Sandro conta com uma competição na "porta de casa". No próximo 20 de agosto, Macapá será sede do Meeting Paralímpico Loterias Caixa de atletismo. "Fico honrado com um evento deste no Amapá. Facilita muito para os atletas daquela região. Não precisamos nos deslocar até São Paulo. É só pegar o carro e chegar até o local das provas", finalizou.

Além de Sandro e Cauã, que subiram ao pódio no arremesso de peso, classe F40, na categoria sub-20, outros três representantes do Amapá, da mesma classe, também conquistaram medalhas no sub-17: Pedro de Oliveira (5,17 m), Flávio Ribeiro (4,70 m) e Andreo Monteiro (3,20 m).

O município do Macapá, inclusive, também é o natal da atleta Thalia Pereira, medalhista de prata e bronze nos Jogos Parapan-Americanos de Lima 2019. Atleta de baixa estatura, da classe F41, ela foi a segunda colocada no arremesso de disco e ficou em terceiro lugar no arremesso de peso na capital peruana.

Pista
Nas provas de pista, a pernambucana Esthefany Andrade, 13, foi medalha de prata nos 100 m da classe T11 (para atletas cegos). Ao ser premiada junto com a sua guia e conterrânea Lânia de Souza, ela fez questão de exibir a bandeira do estado, bem como o guarda-chuva usado no frevo, dança típica do Pernambuco. "É uma honra representar a minha região por meio do esporte, que, hoje, significa muito para mim", disse a jovem. 

Com o tempo de 22s15, Esthefany, atleta da Apa/Petrolina, só foi superada por Suelen Aguiar, 14, que terminou o percurso em 18s23. Apesar de serem amigas há quatro anos, Esthefany e Lânia começaram a correr juntas há poucos dias. "Estamos pouco tempo juntas, mas já conseguimos um vice no Brasileiro sub-17. É a minha primeira vez no CT e gostei muito de tudo. Espero continuar com a Esthefany até ela atingir seus objetivos", finalizou Lânia. 

Patrocínio
O atletismo é uma modalidade patrocinada pelas Loterias Caixa.
 
Serviço
Campeonato Brasileiro sub-17 e sub-20
Data: 22 de julho.
Horário: 9h às 17h.
Local: Centro de Treinamento Paralímpico
Endereço: Rodovia dos Imigrantes KM 11,5 sem número - Vila Guarani - São Paulo

 

Fonte: Comitê Paralimpico Brasileiro


Posts relacionados

Atletismo, por Sportclick News

Alison brilha e conquista o ouro nos 400 m com barreiras

Numa temporada excepcional, o brasileiro venceu a prova do Mundial do Oregon, com o excelente tempo de 46.29, novo recorde sul-americano e do campeonato e a melhor marca do ano, no Estádio Hayward Field, em Eugene; foi o segundo ouro e a 14ª medalha do Brasil na história da competição

Atletismo, por Sportclick News

Vitória Rosa passa às semifinais dos 200 m no Mundial do Oregon

O destaque desta terça-feira, porém, é a final dos 400 m com barreiras, onde Alison dos Santos, invicto em 2022 na prova, está entre os favoritos para o pódio e pode conquistar a primeira medalha do Brasil na competição

Atletismo, por Sportclick News

Velocistas têm boas expectativas para o Mundial do Oregon

O Brasil, de maneira inédita, conseguiu qualificar três representantes nos 100 m e nos 200 m na categoria masculina - número limite - para a competição que começa nesta sexta-feira no Estádio Hayward Field, em Eugene, Estados Unidos

Atletismo, por Sportclick News

Caio Bonfim termina em sexto lugar nos 20 km da marcha no Oregon

Brasiliense completou as 20 voltas no circuito de 1 km montado próximo ao Estádio Autzen, que faz parte do complexo esportivo da Universidade do Oregon, em 1:19:51, o melhor resultado do Brasil na primeira etapa

Atletismo, por Sportclick News

Alison dos Santos passa com tranquilidade para semifinal dos 400 m com barreiras

Bronze nos Jogos Olímpicos de Tóquio-2021, o brasileiro venceu a segunda série das eliminatórias, com 49.41, e disputa as semifinais neste domingo (17/7), a partir das 22:03, no terceiro dia do Mundial do Oregon. Rafael Pereira e Eduardo de Deus avançaram nos 110 m com barreiras

Atletismo, por cbat

Troféu Norte-Nordeste Sub-18 será disputado neste fim de semana

A competição ocorrerá neste sábado e domingo na pista da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em Natal, com a participação de 268 atletas de 12 federações estaduais das duas regiões do País, com expectativa de bons resultados